Por Bernardo Santana

Azulão contra a América?Primeiro os fatos: em Action Comics 900, edição histórica lançada esta semana nos EUA, o Superman resolve renunciar a sua cidadania estadunidense — por motivos nada menos que nobres, claro, mas sobre os quais não vamos entrar em detalhes pra não estragar a futura leitura de ninguém. A história, escrita pelo roteirista de cinema David Goyer (escritor dos roteiros dois últimos filmes do Batman, entre diversas outras adaptações de HQs), fez um tremendo barulho quase que automaticamente ao chegar aos pontos de venda. E, claro, não demoraram a começar a surgir comentários contrários à decisão do Azulão por toda a internet.

Da Fox News, emissora dos EUA conhecida por seu posicionamento conservador, de quem todos esperavam uma reação forte, veio apenas uma nota informativa. No entanto, o mesmo não pode ser dito dos comentários feitos à notícia. Confira alguns, selecionados pelo blog gringo Bleeding Cool:

“Não comprem essa revista estúpida…”

“Agora que ele é gay, seu traseiro vai assoviar quando ele voar?” (??!)

“Aquele NÃO É o Superman!”

“Ele nunca foi um cidadão nativo mesmo… Volta pra Krypton…”

“Ele provavelmente está sendo “desamericanizado” para aumentar o apelo da agora mundial marca Superman (…) mas existem 70 anos de histórias antigas pra nos entreter se não gostarmos da nova identidade do personagem”.

Podemos estar errados, mas isso ainda vai dar pano pra manga… E você, leitor tupiniquim velho de guerra, o que acha?