Mórreu...

Mórreu... (clique para ampliar)

Por Bernardo Santana

Há pouco mais de cinco anos, a Marvel Comics deu um sonoro tiro de misericórdia em seu próprio país. Ou, mais exatamente, no super-herói que melhor representou, desde sua criação, os ideais do “sonho americano” ao redor do mundo. Em abril de 2007, o Capitão América morreu.

Este mês, a Panini Books lança o encadernado de luxo Capitão América – A Morte do Sonho (formato americano, 274 páginas, capa dura, papel couché, R$ 75,00), que traz esse momento icônico de volta ao leitor brasileiro. Nesse terceiro volume da coleção Marvel Deluxe: Capitão América, o consagrado roteirista Ed Brubaker e os ilustradores Steve Epting e Mike Perkins revelam a sórdida trama que, no embalo da megassaga Guerra Civil, privou o mundo de um de seus maiores defensores e surpreendeu os leitores de comics em todo o mundo.

A edição traz as histórias publicadas nas edições originais Captain America 22 a 30 e em Winter Soldier: Winter Kills.