SANTAS SOMBRAS DUPLAS, BATMAN!

Batman contra o mundo!

Batman contra o mundo!

A revista mensal A Sombra do Batman terá uma edição extra no mês de junho, marcando o início da saga Robin Vive.

A trama desse arco de histórias mostra o Homem-Morcego fazendo uma nada amigável visita a Apokolips para tentar recuperar seu filho, Damian. Além de contar com a equipe criativa usual e espetacular de Batman & Robin – Peter Tomasi nos roteiros e Patrick Gleason nos desenhos – o início da saga ainda traz a participação especial de Andy Kubert (de Batman & Filho e Marvel 1602) e lança as bases de muito do que vem por aí nas aventuras do Cavaleiro das Trevas este ano.

A Sombra do Batman 35 e A Sombra do Batman 36  também vão trazer outros destaques pra quem é batfã de carteirinha, como, por exemplo, a estreia da série Grayson, estrelada pelo “recém-falecido” Dick Grayson (também chamado de Asa Noturna até bem pouco tempo atrás). A equipe responsável pelo título é formada por Tim Seeley (roteiro) e Mikel Janín (arte). Também fazem parte do mix de SDB: Batgirl, Mulher-Gato, Batwoman e Capuz Vermelho e os Foragidos.


Indicados ao Harvey Awards divulgados!

Por Bernardo Santana

Harvey Kurtzman

Harvey Kurtzman (clique para ampliar)

Foram divulgados hoje os indicados ao prestigiado Harvey Awards deste ano. Apesar de não ser tão famoso quanto seu primo mais rico — o Eisner Awards — o Harvey (batizado em homenagem ao lendário quadrinhista Harvey Kurtzman) é o único dos grandes prêmios da indústria estadunidense no qual os premiados são escolhidos exclusivamente por seus pares. Ou seja, outros desenhistas, roteiristas, arte-finalistas etc.

Este ano, a cerimônia de entrega dos prêmios deve acontecer em 20 de agosto e, como sempre, será durante a convenção Baltimore Comic-Con.

Confira as várias indicações deste ano conseguidas pela Marvel e DC em alguns dos principais prêmios [e para ver todos os indicados, clique aqui!]:

Melhor arte-finalista:
– Gabriel Hardman, por Agents of Atlas (Marvel)
– Mark Morales, por Thor (Marvel)

Melhor antologia:
– Strange Tales, Volume II 1, editada por Jody Leheup (Marvel)

Melhor roteirista:
– Roger Langridge, por Thor: The Mighty Avenger, (Marvel)

Melhor colorista:
– Jose Villarrubia, por Cuba: My Revolution (Vertigo/DC)
– Laura Martin, por The Stand (Marvel)

Melhor nova série:
– American Vampire, por Scott Snyder, Stephen King e Rafael Albuquerque (Vertigo/DC)
– Thor: The Mighty Avenger, por Roger Langridge e Chris Samnee (Marvel)

Talento promissor do ano:
– Scott Snyder, por American Vampire (Vertigo/DC)
– Chris Samnee, por Thor: The Mighty Avenger (Marvel)

Melhor projeto de reimpressão:
– Superman Vs. Muhammad Ali, por Neal Adams e Dennis O’Neil (DC)

Melhor capista:
– Frank Quitely, por Batman & Robin (DC)
– Marcos Martin, por Amazing Spider-Man (Marvel)

Melhor série regular ou limitada:
– Daytripper, por Fábio Moon e Gabriel Bá (Vertigo/DC)
– Fantastic Four, por Jonathan Hickman e Dale Eaglesham (Marvel)

Melhor artista:
– Dean Haspiel, por Cuba, My Revolution (Vertigo/DC)
– Chris Samnee, por Thor: The Mighty Avenger (Marvel)

Melhor cartunista:
– Jeff Lemire, por Sweet Tooth (Vertigo/DC)

Melhor edição ou história única:
– Daytripper, por Fábio Moon e Gabriel Bá (Vertigo/DC)