Hex, mais uma vez!

Por Bernardo Santana

Jonah Hex, o bom garoto

Jonah Hex, o bom garoto (clique para ampliar),0

Balas Não Mentem (formato americano, papel LWC, capa cartão, 148 páginas, R$ 16,90) é o nome do sexto encadernado do cowboy mais feio e casca-grossa do Velho Oeste, previsto para sair por aqui pela Panini Comics em março.

Nesse especial, Hex se junta a uma posse, em uma caçada impiedosa por uma gangue de assassinos. E, para aumentar ainda mais o caráter espetacular — e por que não, lendário!? — desse encadernado, a história que finalmente revela o porquê do caçador de recompensas ainda usar seu uniforme confederado, mesmo anos após o final da Guerra de Secessão dos EUA.

Como foi tradição durante toda a publicação da bem-sucedida série pré-reboot do fora da lei, um time de ilustradores acima de qualquer suspeita fazem companhia aos roteiristas Justin Gray e Jimmy Palmiotti também nesse encadernado. Olha só a “listinha”: Darwyn Cooke, J.H. Williams III, Jordi Bernet, Rafa Garres, Paulo Siqueira e Mark Sparacio.

Balas Não Mentem reúne as edições estadunidenses Jonah Hex 31 a 36. E tenho dito!