UMA NOVA EDIÇÃO NOIR DOS X-MEN

X-Men Noir: A Marca de Cain

X-Men Noir: A Marca de Cain (clique para ampliar)

Por Rodrigo Guerrino

Já há algum tempo, a Panini publicou X-Men Noir, uma minissérie dos mutantes ambientada num clima em que gângsteres, mulheres fatais e o tom cinza e preto combinam para mergulhar os heróis Marvel no melhor estilo do gênero.

Pois chegou a hora de conhecermos a continuação: X-Men Noir: A Marca de Cain (136 páginas, formato 17 x 26 cm, capa dura, lombada quadrada, papel couché e preço sugerido de R$ 22,90). A história desta nova minissérie continua do ponto em que a original parou:

Fim dos anos 1930. Escondida nos recessos de um templo na selva de Madripoor se encontra a Joia de Cyttorak, desejada por muitas pessoas graças aos seus poderes lendários. Essa mortal “caça ao tesouro” coloca os X-Men, do maligno Charles Xavier, no caminho de um grupo de bandidos liderados por Logan e contra o vigilante conhecido como Anjo!

X-Men Noir: A Marca de Cain, traz a segunda saga completa dos X-Men, reinterpretados sob a ótica noir, reunindo mais uma vez a dupla Fred Van Lente e Dennis Callero, este último também assinando roteiro e arte de Arma X Noir, edição bônus que encerra o volume.

 


Homem de Ferro no ar!

Capa de Homem de Ferro Noir

Capa de Homem de Ferro Noir (clique para ampliar)

por Rodrigo Guerrino

Dando continuidade à linha Noir da Marvel, chega nas próximas semanas às livrarias e comic shops do país mais um volume da série que já foi estrelada no Brasil pelo Homem-Aranha e os X-men. Desta vez, o escolhido é o herói blindado da Casa das Ideias, o Homem de Ferro.

Trazendo uma história cuja atmosfera lembra os filmes de Indiana Jones, esta nova edição presenteia o leitor com o intrépido explorador/editor Tony Stark às voltas com aventuras arriscadas em fins dos anos 1930. Sua sede por perigo e as expedições cada vez mais arriscadas que realiza levarão não apenas Stark, mas todos aqueles que o cercam, a encarar a morte muito de perto… No entanto, a iminente perda de entes queridos como James Rhodes e Pepper Potts será o bastante para fazer Tony Stark repensar sua vida e mudar suas atitudes?

É essa e outras questões que Homem de Ferro Noir pretende responder! A edição em capa dura lançada pela Panini tem 108 páginas e miolo em papel couché. O roteiro é de Scott Snyder (de Vampiro Americano) e a arte, de Manuel Garcia. Como extras, há uma galeria de capas e o roteiro da primeira das quatro edições que compõem a minissérie original. Não deixe de ler!


Homem-Aranha Noir chega em breve

Por Bernardo Santana

CapaLançadas lá fora em 2009, como parte do interessante e crescente mundo noir (contos de crime, regados a cinismo e mistério) da Marvel, as histórias do Homem-Aranha Noir chegam ao Brasil em breve pela Panini Comics, em uma edição com acabamento de luxo!

Homem-Aranha Noir (formato americano, 108 páginas, papel couché, distribuição em livrarias e comic shops) segue a história de um Peter Parker ligeiramente diferente do que conhecemos, tentando ganhar — ou melhor, não perder — a vida em meio à Grande Depressão que atingiu os EUA depois da quebra da bolsa de valores de 1929. Esse mundo, apesar de similar em muitas coisas ao UM que conhecemos, incluindo aí a presença de vilões clássicos como Kraven, Duende Verde e Abutre, é um tanto mais sórdido e sombrio.

Os roteiros são do inglês David Hine (de Guerra Silenciosa) e de Fabrice Sapolsky, e a arte fica por conta do talentosíssimo italiano Carmine Di Giandomenico (de Magneto: Testamento). O especial inclui os quatro números da primeira minissérie em uma aventura completa.

Quando tivermos a confirmação do lançamento, informamos a todos!