Adeus e muito obrigado, Stan!

Heróis são para sempre!
Heróis são para sempre!

O mundo das histórias em quadrinhos amanheceu bem mais triste hoje. Stanley Martin Lieber, o lendário criador do Homem-Aranha, Thor, X-Men, Homem de Ferro, Quarteto Fantástico e tantos outros personagens que amamos, faleceu ontem, dia 12 de novembro de 2018, aos 95 anos, vítima de pneumonia.

Stan Lee era uma daquelas personalidades cuja simples menção já nos levava imediatamente a relacioná-lo com toda sua extensa obra enquanto criador, escritor e editor. Pelo menos, pra quem curte HQs.

Nos últimos tempos, porém, graças ao sucesso dos longas-metragens estrelados pelos heróis Marvel, o rosto de Stan passou a ser conhecido pelo grande público como o “do velhinho boa praça que faz pontas em todos os filmes produzidos pelos Estúdios Marvel”. Dez anos foram o bastante para eternizar sua imagem em nossas lembranças, mas seu talento estava ao nosso dispor há aproximadamente oitenta.

Pelo modo como a mídia especializada (e também a geral) vem noticiando a morte de Lee, e conforme os fãs, astros e profissionais da indústria vêm prestando suas homenagens, é fabuloso perceber como ele era querido. E é mais fabuloso ainda descobrir que muitas dessas homenagens ainda lhe foram prestadas em vida.

Me sinto privilegiado por, há oito anos, trabalhar diariamente com as criações desse grande mestre das histórias em quadrinhos. O que pra mim era um simples hobby, da época de criança e adolescência, se transformou em profissão. E mesmo tendo se passado tanto tempo, nunca paro de me maravilhar com seu legado.

Os personagens de Stan me ensinaram a conviver com as diferenças; a respeitar o próximo; a usar os poderes com responsabilidade e entender o verdadeiro significado da palavra humanidade. São ideais que moldam o caráter à medida que você cresce.

Numa realidade tão conturbada e controversa como a que estamos vivendo, quando o bom senso saiu de moda, a criatividade nos escapa e a necessidade de muitos é ofuscada pela ganância de poucos, as mensagens, a inspiração e o otimismo dos personagens criados por Stan Lee continuam a representar um frescor inigualável.

Muito obrigado, meu chapa! Descanse em paz.


Justiça urbana

Justiça urbana é com eles!

Justiça urbana é com eles!

Chegou a hora de mais um passeio pelo Universo Marvel das décadas de 1960 a 1980! Os quatro volumes que compreendem a Coleção Histórica: Paladinos Marvel, resgatam momentos clássicos dos super-heróis urbanos da Casa das Ideias que desde o início trilharam nas ruas o seu caminho em busca de justiça!

É claro que os homenageados da vez só poderiam ser o Demolidor, Luke Cage, Punho de Ferro, Cavaleiro da Lua e o Justiceiro, em histórias concebidas por artistas do calibre de Stan Lee, Dennis O’Neil, Archie Goodwin, Chris Claremont, Steven Grant, John Romita, John Byrne, Gene Colan, Bill Sienkiewicz e Mike Zeck! Abaixo, você confere o que o aguarda em cada volume estoico e desafiador da nova coleção!

Volume 1 (julho): os primeiros passos do Demônio da Cozinha do Inferno, o Demolidor! Conheça a trágica origem de seus poderes e as primeiras batalhas contra seus principais algozes, como o Coruja, o Homem-Púrpura, o Metaloide e o Gladiador! Até mesmo uma luta contra Namor, o Príncipe Submarino!

Volume 2 (julho): conheça a maior e mais descolada dupla de heróis do mundo dos quadrinhos. A origem de Luke Cage! A primeira aventura solo do Punho de Ferro! E o primeiro encontro entre esses dois heróis das ruas, que resultou na aliança e na formação dos Heróis de Aluguel, vigilantes que combatem o crime… se você pagar o preço!

Volume 3 (agosto): o protetor dos viajantes noturnos faz sua estreia! Sua primeira aparição, numa caçada ao Lobisomem; a origem de seu alter ego aos pés do deus egípcio Khonshu; a criação de suas muitas identidades secretas… ele é o Cavaleiro da Lua, e vai cruzar a noite da cidade em busca de justiça!

Volume 4 (agosto): um vigilante implacável… Um cruel caçador de criminosos… Muitos nem mesmo o consideram um herói! O Justiceiro surgiu caçando o Amigão da Vizinhança Homem-Aranha, e seus métodos duvidosos o levaram à cadeia… exatamente onde ele queria estar! Acompanhe sua estreia e sua primeira revista solo!

Cada um dos volumes da Coleção Histórica: Paladinos Marvel, capa cartão, 164 páginas e papel offset chega às bancas e pontos de venda ao preço de R$ 25,90!


E aí? Vamos de mais Coleção Histórica Marvel?

Uma jornada fantástica!

Uma jornada fantástica!

Depois de levar às bancas material clássico de super-heróis como os Vingadores, os X-Men e o Homem-Aranha, é hora de a Coleção Histórica Marvel resgatar algumas histórias memoráveis de um outro supergrupo da Casa das Ideias, muito provavelmente o mais tradicional e fundamental de todos: o Quarteto Fantástico!

E essa nova jornada começa em breve, com o lançamento da primeira edição (que também é acompanhada pela caixa) que reúne as histórias originais Fantastic Four 5-6, 57-60 e Fantastic Four Annual 3 – com esta última celebrando o casamento de Reed e Sue Richards! Quem entende bem do assunto, já entendeu que no volume um o vilão da vez é o Doutor Destino e que aparições especiais do Surfista Prateado e dos Inumanos são mais do que certas.

Para o volume dois foram programados alguns dos encontros da Família Fundamental com o ameaçador Galactus nas histórias Fantastic Four 48-50, 120-123 e Fantastic Four Annual 5, nas quais desfilam talentos como os de Stan Lee, Jack Kirby e John Buscema.

Os vilões convidados do volume três são o Mago, Ardiloso, Homem-Areia e Medusa, participando de uma aliança nefasta conhecida como Quarteto Terrível! As artimanhas desta versão maldosa da equipe fantástica  podem ser vistas nas histórias Fantastic Four 36, 38, 94, 129-130, 133, 218 e Spectacular Spider-Man 42. Lembrando que o Homem-Aranha dá as caras numa das várias aparições que fez ao longo da trajetória do Quarteto Fantástico, o que nos leva diretamente ao…

…volume quatro, que fecha a coleção com aventuras extraídas de Amazing Spider-Man 19, 21 e Marvel Team-Up 1-2, 39-40 e 100, onde o Cabeça de Teia se torna um ilustre personagem ao lado de Johnny Storm, o Tocha Humana! Ah, e antes que a gente se esqueça, cada edição da CHM: Quarteto Fantástico tem 164 páginas, capa cartão, miolo off-set e custa R$ 22,90! Boa viagem cósmica pra todos!

 


Diminuto… mas nem tanto!

Capa de Homem-Formiga: Prelúdio

Capa de Homem-Formiga: Prelúdio

Dois lançamentos que vão aportar nas bancas muito em breve são estrelados pela mais nova sensação da Marvel no cinema. Começando por Homem-Formiga: Prelúdio, 68 páginas, R$ 8,20, capa couché e miolo off-set, vamos diretamente ao encontro do diminuto herói conforme o universo estabelecido para ele no cinema: antes de Scott Lang se tornar um personagem capaz de alterar seu tamanho e se comunicar com as formigas, seu predecessor, o doutor Hank Pym, já havia colocado o capacete de Homem-Formiga para entrar em ação numa missão na gélida Berlim Oriental em plena guerra fria – e é exatamente essa aventura que vemos aqui.

Mas como nem só de Hank Pym vive o Homem-Formiga, Scott Lang também aparece numa história que mostra  seus passos antes de assumir a identidade do herói. Homem-Formiga: Prelúdio, é escrito por Will Corona Pilgrim, que também cuidou das adaptações em quadrinhos de outros super-heróis Marvel do cinema, e desenhado por Miguel Sepulveda (Stormwatch) e Wellington Alves (Nova).

Já em Homem-Formiga: Mundo Pequeno, dois dos menores heróis da Marvel precisam juntar forças! Eric O’Grady roubou o traje de Homem-Formiga de Hank Pym. Mas, agora, Eric é o único que sabe do esquema secreto da organização conhecida como Ideias Mecânicas Avançadas para roubar a maior invenção de Pym. Conseguirão eles colocar suas diferenças de lado a tempo de salvar a alma do antigo Golias, Bill Foster? E mais: as primeiras aparições de Henry Pym como Homem-Formiga, o surgimento da Vespa e a primeira aventura de Scott Lang com o traje criado por Pym.

Com 148 páginas, capa cartão, miolo LWC e ao preço de R$ 18,90, este volume reúne talentos como os de Tim Seeley, Stan Lee, Larry Lieber e Jack Kirby, estes três últimos criadores do personagem, em histórias clássicas (inclusive a que lançou o Homem-Formiga) e recentes originalmente publicadas em Ant-Man & Wasp 1-3, Tales to Astonish 27, 35 e 44 e Marvel Premiere 47-48. 


Confronto de titãs!

Vingadores vs. X-Men vs. Quarteto Fantástico

Vingadores vs. X-Men vs. Quarteto Fantástico

Não foram poucas as vezes em que os heróis da Marvel se envolveram em conflitos uns contra os outros. E pra não deixar a oportunidade passar, logo mais chega às bancas  e livrarias um lançamento da Panini que traz um dos encontros mais memoráveis da história da Casa das Ideias: Vingadores vs. X-Men vs. Quarteto Fantástico.

Levado a julgamento, Magneto vai precisar de toda ajuda possível – e ele a encontrará nos restos de sua antiga fortaleza, o Asteroide M! Os X-Men não sabem ao certo quais são os planos do Mestre do Magnetismo, mas têm certeza de que não querem que os Vingadores e os Supersoldados Soviéticos descubram antes deles! E assim estoura uma guerra entre as equipes, com os olhos do mundo sobre todas as três.

E também, prestes a se desintegrar, Kitty Pryde parece resignada com seu destino, mas os X-Men farão qualquer coisa para salvá-la, até mesmo barganhar com um destino pior… o Doutor Destino! Que segredos chocantes impedem o Quarteto Fantástico e seu líder de salvar a pátria no lugar de seu maior inimigo? Estará Reed Richards aterrorizado em falhar porque seu maior fracasso – o fatídico voo de foguete – pode ter sido na verdade seu maior sucesso? Será que todas as respostas estarão com a criança-prodígio Franklin Richards?

Vingadores vs. X-Men vs. Quarteto Fantástico, 252 páginas, capa cartão, miolo LWC, R$ 26,90, reúne as revistas X-Men vs. Avengers 1-4, Fantastic Four vs. The X-Men 1-4, X-Men 9 e Fantastic Four 28, que apresentam histórias de Roger Stern, Tom DeFalco, Chris Claremont e Stan Lee,  e desenhos de Marc Silvestri, Keith Pollard, Jon Bogdanove e Jack Kirby. 

 

 

 


Dois gênios e uma lenda

Capa de Surfista Prateado - Parábola

Capa de Surfista Prateado – Parábola (clique para ampliar)

Após um longo hiato de férias, estamos de volta, amigos wizmaníacos! E que forma melhor de fazer isso do que trazendo grandes novidades que devem chegar às bancas/comic shops/livrarias nesses primeiros meses de 2014? Pra começar, um clássico dos clássicos cósmicos da Marvel: Surfista Prateado – Parábola, de ninguém mais ninguém menos que a dupla Stan Lee e Moebius!

Lançada nos EUA originalmente em 1988 (a primeira e única edição brasileira saiu em 1989, pela Editora Abril), Parábola narra uma história tipicamente grandiosa do Surfista, se aproveitando do talento criativo infinito e nada usual do gênio Moebius e da escrita épica/filosófica do sr. Lee. Utilizando um ataque do gigante devorador de mundos Galactus à Terra como pano de fundo, a lendária dupla constrói um conto que explora na verdade o lado menos agradável e nobre da humanidade. Não à toa, quando Parábola foi publicada originalmente, recebeu o Prêmio Eisner de Melhor Série Limitada.

Para aqueles não familiarizados, Moebius (ou Jean Giraud)  foi simplesmente um dos mais consagrados nomes dos quadrinhos europeus por décadas; um criador tão renomado, que chegou a colaborar com cineastas famosos como Ridley Scott, Ron Howard e James Cameron. Moebius faleceu em março de 2012.

Surfista Prateado – Parábola chega às bancas, livrarias e comic shops com acabamento de luxo (capa dura, papel couché) e 92 páginas. O preço sugerido da edição ainda vai ser anunciado.


Um Homem-Aranha histórico!

O Aranha nas garras (ou seria na corda?) do Duende Verde!

O Aranha nas garras (ou seria na corda?) do Duende Verde! (clique para ampliar)

E, pra quem curte um material, digamos, mais clássico, eis que surge o primeiro volume da Coleção Histórica Marvel: O Homem-Aranha! No total serão quatro edições, cada qual retratando o Amigão da Vizinhança às voltas com algum de seus piores inimigos (e mostrando que as histórias mais antigas do personagem são, sim, muito bacanas!).

Na primeira edição, R$ 22,90, 164 páginas, capa cartão e papel off-set, o Homem-Aranha encara seu arqui-inimigo por excelência, o Duende Verde. De quebra, ele também enfrenta adversários como os Executores, o Tocha Humana e até mesmo o Hulk! Reunindo um time de primeira linha, composto por Stan Lee, Steve Ditko, John Romita e Gil Kane, este volume inicial traz algumas histórias célebres, como A Noite em que Gwen Stacy Morreu e O Fim do Duende Verde.  

O volume de estreia (que reúne histórias originalmente publicadas na revista The Amazing Spider-Man 14, 17, 23, 39, 40, 121-122) traz uma caixa para guardar os quatro números da coleção, sendo que, na sequência, o Cabeça de Teia enfrentará vilões como Doutor Octopus, Lagarto e Sexteto Sinistro.  Corra já pra banca de jornais e garanta o seu!

 


Vingadores versão vintage

Por Bernardo Santana

Capa de Tales of Suspense 80

Capa de Tales of Suspense 80 (clique para ampliar)

Festejai, marvelmaníacos do Brasil! Começa a chegar às bancas a partir de março uma nova coleção de encadernados especiais, voltada para a publicação de alguns dos momentos mais históricos da Casa das Ideias: deem boas-vindas à Coleção Histórica Marvel – Os Vingadores.

Nessa coleção em quatro volumes, o leitor vai poder conhecer ou rever algumas das primeiras aventuras dos Heróis Mais Poderosos da Terra pelas mãos de alguns dos mais lendários nomes dos quadrinhos: Stan Lee, Jack Kirby, Joe Simon, Jim Steranko, Don Heck, Archie Goodwin, Gene Colan, Roy Thomas e John Buscema, entre outros.

O primeiro volume, dedicado ao Capitão América (164 páginas, papel offset, capa cartão, R$ 19,90, distribuição setorizada), inclui as edições originais Captain America Comics 1 e 2, Tales of Suspense 79-81 e Captain America (vol. 3) 109-113. Lá teremos a primeiríssima história da Sentinela da Liberdade na época da 2ª Guerra Mundial, a batalha contra o Caveira Vermelha pela posse do Cubo Cósmico, Capitão contra Hulk, os primeiros confrontos com a Hidra… E ainda, inteiramente grátis, uma incrível caixa para guardar sua coleção!

Logo a gente revela o que mais vem por aí em CHM. Fique ligado!


Em Marvel + Aventura 3: A origem do bem (e do mal)

Por Bernardo Santana

Marvel + Aventura 3

Marvel + Aventura 3 (clique para ampliar)

E pra dar fim a esta semana, o que melhor que revelar o conteúdo da edição de julho da nova “revista preferida de todos os tempos” dos leitores marvetes; a quase indescritível Marvel + Aventura!

O leitor mais perspicaz já deveria estar pressentindo que o protagonista da edição não poderia ser ninguém mais além do primeiro e – mais ou menos – único Sentinela da Liberdade, Capitão América, que tem a estreia de seu primeiro longa-metragem (decente) no dia 29 deste mês.

As duas edições que  compõem Marvel + Aventura 3 serão: Tales of Suspense 65 e 66, ambas de autoria da dupla de criadores mais lendária da Casa das Ideias, Stan Lee e Jack Kirby. Essas histórias foram selecionada por contarem as origens do próprio herói bandeiroso e de seu arquirival, o bom e velho Caveira Vermelha.

Claro que teremos mais material estrelado pelo Capitão América a anunciar  em breve. Mas vamos deixar vocês curiosos, por enquanto…


Stan Lee ataca o oriente!

Por Bernardo Santana

Stan Lee

Stan Lee (clique para ampliar)

Stan Lee anunciou hoje uma nova parceria de sua empresa, a POW! Entertainment, com outras duas companhias (Panda Media Partners e Ricco Capital Holdings) para iniciar a produção de filmes baseados em novos conceitos de heróis criados pelo velhinho presepeiro mais famoso das HQs. Apesar de ser baseada em Los Angeles, a produção da nova Magic Storm Entertainment vai ser focada principalmente no mercado asiático – ênfase na China – e terá uma proposta mais “global”.

Lee (que pra quem se perdeu na net e veio parar neste blog sem querer, é criador de personagens como Homem-Aranha, Hulk, X-Men e diversos outros) pareceu, como sempre, bastante entusiasmado com o novo negocio: “Tenho esperado com ansiedade essa grande oportunidade, uma chance de combinar o melhor dos épicos super-heróis americanos com o melhor da produção cinematográfica asiática e chinesa em filmes que irão com certeza ser recebidos com empolgação em todo o mundo”.

Descontando a já clássica verve marketeira tão bem conhecida de Stan “o cara” Lee, é de se ficar curioso mesmo pra ver que bicho sairá disso, não?

A Magic Storm Entertainment promete liberar mais detalhes do seu primeiro projeto para as telonas ainda nos próximos meses. A gente fica ligado para informar qualquer novidade.