Todo o poder para Lex Luthor!

Por Bernardo Santana

Briga de cachorro grande

Briga de cachorro grande (clique para ampliar)

Ele viajou para os quatro cantos do mundo, enfrentou gorilas antropófagos e até morreu (ou assim pareceu, por certo tempo). Agora é hora do mais genial dos gênios geniosos do crime, Lex Luthor, finalmente alcançar sua merecida recompensa: o poder absoluto!

É o que vão nos mostrar o roteirista Paul Cornell e os desenhistas Pete Woods e Jesus Merino,  que se juntarão a outros criadores de renome para contar o final da saga de Luthor no comando da revista Action Comics, em abril, na edição especial Lex Luthor – O Anel Negro vol. 2 (formato americano, capa cartão, papel Pisa Brite, 196 páginas, preço a anunciar).

E se no primeiro volume a Morte era a grande participação especial, os coadjuvantes agora também não ficarão para trás. Ao lado de sua própria Lois Lane de estimação, o cientista maligno irá trombar com ninguém menos que: Sexteto Secreto, Coringa, Larfleeze, Brainiac, Darkseid, Ra’s Al Ghul e, como não poderia deixar de ser, o primeiro e único Superman!

Tá pouco ou quer mais!?


[SPOILER] Duas lendas retornam ao UDC

Por Bernardo Santana

O Dia Mais Claro Especial

O Dia Mais Claro Especial (clique para ampliar)

Se você não gosta de que te entreguem detalhes importantes de histórias que ainda não leu e acompanha a maxissérie O Dia Mais Claro (e a situação do UDC em geral), pare de ler esse post agora mesmo! Amanhã a gente volta com mais novidades bacanas pra você.

 

 

Ainda aí? Então, provavelmente já deve ter lido pela internet que o Monstro do Pântano e John Constantine estão de volta ao universo regular da DC, correto? A “primeira” aparição dos dois no Brasil se dará na edição de fevereiro de O Dia Mais Claro, mas é somente no mês seguinte que veremos mesmo o que o retorno desses dois vai render — chega às bancas e comic shops O Dia Mais Claro Especial – A Busca Pelo Monstro do Pântano!

A edição especial (formato americano, 68 páginas, papel LWC, capa couché, R$ 5,90, distribuição nacional) vai reunir as originais Brightest Day Aftermath – The Search for  Swamp Thing 1 a 3, incluindo a íntegra da caçada que John Constantine precisará armar para encontrar — e talvez eliminar — seu antigo aliado, agora aparentemente disposto a acabar com qualquer um que ameace o meio-ambiente do planeta. Como companheiros nessa missão, ninguém menos que Zatanna, Batman e Superman!

Os roteiros da história ficam por conta do romancista Jonathan Vankin, e arte é de Marco Castiello (Invasão Secreta: Linha de Frente, Witchblade) e Renato Arlem (Stormwatch).


choque de ícones!

Por Bernardo Santana

Capa da edição nacional

Capa da edição nacional (clique para ampliar)

Num canto do ringue, lançado do planeta Krypton e energizado pelo sol amarelo da Terra, está o Homem de Aço. No outro, criado em Louisville, Kentucky, e energizado pelo estudo contínuo da nobre arte, está o Maioral em pessoa. Na plateia, todos os leitores brasileiros esperando há décadas por uma nova edição nacional de um dos maiores clássicos das HQs de todos os tempos: Superman vs. Muhammad Ali.

Em dezembro, a espera chega ao fim.

Idealizada e erigida pelos lendários criadores Dennis O’Neil, Neal Adams, Dick Giordano e Terry Austin, a história de dois ícones se encontrando e se vendo forçados a duelar para decidir quem terá a honra de defender o planeta de uma armada alienígena se tornou um clássico instantâneo e controverso desde sua publicação, em 1978.

Agora, a Panini Books lança uma edição luxuosa (formato 18,5 x 27,5 cm, 100 páginas, papel couché, capa dura) com a história completa e extensos extras, detalhando a criação tumultuada e genial desse momento único dos comics, que colocou frente a frente dois ícones incontestáveis de seu tempo.

Aquele adjetivo tão comumente utilizado por nós deve ter sido inventado pra essa ocasião… Imperdível!


Superman 108 inicia nova fase (e com 3 capas comemorativas!)

Por Bernardo Santana

Superman pedestre!

Superman pedestre! (clique para ampliar)

Começou a chegar hoje às bancas a edição 108 da revista Superman, da Panini Comics. Poderia ser só mais uma edição sensacional como sempre, (se me permitem puxar a sardinha), mas desta vez ela é mais que isso: Superman 108 marca a estreia da nova e ousada fase do Homem de Aço, Solo, com roteiros de JM Straczynski (de Homem-Aranha e Poder Supremo) e arte do brasileiro Ed Barrows (Novos Titãs,  A Noite Mais Densa: Superman).

E Straza faz questão de sempre deixar sua marca por onde passa, como sabem bem os leitores que já o conhecem. Desta vez, resolveu colocar o herói mais icônico das HQs em um lugar ao qual ele definitivamente não está acostumado: o chão. Profundamente traumatizado por perder ser povo novamente na conclusão de A Guerra dos Supermen, Kal-El resolve simplesmente caminhar pelos EUA, tentando se conectar mais uma vez com o povo da Terra. As reações, tanto dos cidadãos comuns quando da comunidade super-heroica, claro, são o que dão o tempero inédito às histórias.

Como se não bastasse marcar a estreia desse novo período para o Azulão, Superman 108 também chega às bancas com três capas diferentes, por grandes artistas atuais. Quer saber quem são? Simplesmente Gary Frank, John Cassaday e Eduardo Risso! Não dá pra perder!


George Pérez deixa Superman

Por Bernardo Santana

Capa de Superman 1

Capa de Superman 1 (clique para ampliar)

Em notícia publicada hoje, o site estadunidense especializado em HQs Newsarama agitou a indústria dos quadrinhos com uma notícia que pode ser tanto bombástica como simplesmente normal, mas que tem potencial pra deixar muita gente triste: George Pérez deixará o novo título do Homem de Aço a partir da edição 7. Com ele, sai também o artista Jesús Merino, que vinha finalizando a arte esboçada do velho mestre.

A matéria do site não indica fontes e a DC também ainda não confirmou a informação, mas o que se diz é que a dupla será substituída por Keith Giffen e Dan Jurgens.

Ou seja, por enquanto é tudo um grande boato, mas as causas indicadas para a saída de Pérez e Merino vão desde a recepção morna que Superman 1 levou da crítica nos EUA, até o simples fato de que a DC pode estar apenas revezando suas equipes criativas de seis em seis meses, como já foi dito que poderia acontecer.

É dito também que o veterano roteirista/desenhista pode até mesmo continuar na revista, mas trabalhando como arte-finalista. A gente aguarda o desenvolvimento dessa história…


Em outubro: temporada de caça ao Morcego!

Por Bernardo Santana

Mestres do Tempo: A Busca Por Batman

Mestres do Tempo: A Busca Por Batman (clique para ampliar)

No mês que vem, chega às bancas e comic shops de todo o Brasil a história que reúne simplesmente Superman, Lanterna Verde, Gladiador Dourado e o guardião do tempo Rip Hunter em uma busca vertiginosa por um dos maiores heróis da DC, desaparecido há meses: o Batman!

Mestres do Tempo: A Busca por Batman será um especial de 148 páginas — mais detalhes do encadernado a gente divulga em breve! — e é escrito pelo praticamente-veterano Dan Jurgens (Gladiador Dourado) e desenhado também por ele, com ajuda de Norm Rapmund.

Além de ligada a O Retorno de Bruce Wayne (atualmente saindo em A Sombra do Batman), a história também começa a pavimentar o caminho para a próxima grande –  e transformadora! – saga da DC Comics: Ponto de Ignição!

Sim, isso mesmo. É aqui que de certa forma começa o megacomentado reboot da editora!


Frases-teaser do novo Universo DC

Bernardo Santana

O novo Batman

O novo Batman (clique para ampliar)

Falta menos de uma semana para Justice League 1, revista que inaugura o novo Universo DC, sair nos EUA. Como parte de sua estratégia de marketing, a editora vem soltando informações à conta-gotas sobre suas novas 52 revistas e hoje foi dia de mais novidades, vindas na forma de frases-teaser sobre cada título.

Curiosamente, a DC preferiu não apontar sobre quais títulos os textos dizem respeito, mas já dá pra montar um mosaico bem interessante do que vem por aí. Confira algumas:

“Se você não está se movendo, não está vivendo.”

“Talvez isso tudo esteja conectado àquele cara em Metrópolis.”

“Acha que você e seu ‘exército’ tem alguma chance contra Superman, meia dúzia de Lanternas Verdes e a Mulher-Maravilha?”

“Por acaso parecemos super-heróis? Nós somos os profissionais.”

“Ele é o pior tipo de assassino. Um sem nenhum padrão.” [Batman em Detective Comics 1, já revelada]

“O que eu faço, faço pelo bem do universo. Algo que você perdeu de vista há milhares de anos.”

“Estou perdendo o controle.”

“Você não é o primeiro doutor que conheço que tentou brincar de Deus.” [Frankenstein em Frankenstein, Agent of S.H.A.D.E. 1, já revelada]

“Sempre gostei do seu senso de humor, Gladiador.”

“Como se sente não sendo o super-herói favorito de ninguém?”

“Por quanto tempo estive aqui? Por quanto tempo estive congelado assim?”

“A única razão de eu estar aqui é que se qualquer coisa te acontecer, isso me faria o pior parceiro mirim de todos os tempos.”

“Acha que eu preciso de uma ‘equipe'”?

“Você tem sido parceiro desse cara há uns dois anos e ainda não contou pra ele de onde você realmente veio?”

“Um monte de lanternas acabaram de morrer no setor 3599.”

“Juro por Deus que não sei nada sobre o Açougueiro de Gotham.”

“Ah, Deus. Ah, Deus. Eu acabei de matar alguém.”

“Kyle Rayner da Terra, você foi escolhido.”

“O futuro está sendo reconstruído.”

E essas são só algumas (algum palpite sobre o que elas querem dizer, leitor?). Pra ver a lista completa em inglês, dê uma checada no blog oficial da DC Comics.


Em setembro: Lex Luthor, o defensor dos oprimidos!

Por Bernardo Santana

Lex x Kal-El

Lex vs. Kal-El

Parece que setembro vai ser mesmo um ótimo mês para o maior inimigo do Homem de Aço. Depois do anúncio de Universo DC Online: Lendas, míni de certa forma protagonizada pelo carecão, agora é a vez de Lex Luthor: Homem de Aço voltar às bancas e comic shops do país, dessa vez em versão encadernada.

Escrita pelo premiado roteirista estadunidense Brian Azzarello (100 Balas; Coringa) e desenhada pelo sensacional Lee Bermejo (Coringa; Batman/Deathblow), a minissérie saiu aqui no Brasil originalmente na revistas Superman 44-45, 47-48, no segundo semestre de 2006, e mostra o clássico e eterno conflito Luthor/Kal -El pela ótica do vilão, pra variar. Muito elogiada na época de sua publicação lá fora, a míni abriu as portas pra que a dupla se juntasse novamente pouco tempo depois, pra criar a edição especial Coringa, já publicada por aqui pela Panini.

Lex Luthor: Homem de Aço terá 132 páginas, capa cartão e papel LWC. O preço a gente divulga mais próximo da data de lançamento.


Reboot DC Comics: vida nova, logos novos

Por Bernardo Santana

Pra encerrar esta semana, a DC Comics – que vem soltando detalhes de seu reboot/relaunch aos poucos – decidiu mostrar a seus leitores alguns dos logos reformulados para as novas revistas. Alguns foram modificados sensivelmente (Liga da Justiça, Mulher-Maravilha, Batman), outros nem tanto (Superman, Lanterna Verde), como você pode ver nas imagens promocionais abaixo:

Action Comics

Action Comics (clique para ampliar)

Liga da Justiça 01

Liga da Justiça (clique para ampliar)

Batman

Batman (clique para ampliar)

Mulher-Maravilha

Mulher-Maravilha (clique para ampliar)

Flash

Flash (clique para ampliar)

Superman

Superman (clique para ampliar)

Lanterna Verde

Lanterna Verde (clique para ampliar)

Legais? Não? O que você achou dessa vez, fiel decenauta?


Em DC + Aventura 3: Supermen de dois mundos

Por Bernardo Santana

DC + Aventura 3

DC + Aventura 3 (clique para ampliar)

Em agosto, é mais uma vez a hora do decenauta amigo colocar suas mãozinhas ávidas em um novo número (o terceiro) de DC + Aventura. E, desta vez, a revista que se propõe a trazer de volta grandes momentos do UDC a preços camaradas vem com um dos momentos mais emblemáticos da trajetória do Superman: o dia em que ele precisou enfrentar – literalmente! – seu passado!

Foi em Adventures of Superman 612, publicada lá fora em março de 2003, quando foi resgatado o Homem de Aço da década de 1930, com poderes não tão desenvolvidos quanto os da versão atual do herói, e com um senso de justiça muito mais extremado. Devido a algo que é explicado na história, Superman se vê obrigado a lutar com uma criatura que representa aquilo que ele já foi um dia.

A marcante história, escrita por Joe Casey e desenhada por Derec Aucoin também terá a companhia do conto sobre a origem do Superman, o primeiríssimo, publicado lá no longínquo 1938.