Preacher vol. 1 chega este mês!

Capa de Preacher vol. 1

Capa de Preacher vol. 1 (clique para ampliar)

Por Bernardo Santana

Após concluir uma das séries mais amadas (e, anteriormente, amaldiçoadas) da Vertigo no Brasil, é hora da Panini Books iniciar um novo ciclo com a obra-prima de Garth Ennis e Steve Dillon: sai em junho o primeiro volume de Preacher: A Caminho do Texas (formato americano, 204 páginas, papel couchê, capa dura, lombada quadrada, preço sugerido: R$ 58,00).

O enredo da história mostra, claro, os primeiros momentos da jornada de Jesse Custer: ao ministrar um sermão após um episódio polêmico em sua comunidade (envolvendo Jesse, um bar e muito uísque), o pastor  acaba sendo protagonista de um acontecimento religioso de primeira grandeza e entra contato imediato com Gênesis, uma entidade meio anjo, meio demônio, cuja natureza joga o ex-pastor em uma cruzada moderna. Mas ele não estará sozinho em seu caminho. Tulipa, uma ex-namorada, e Cassidy, um irlandês envolto em mistérios, entram em cena trazidos por uma coincidência (ou pela Divina Providência) para participarem da jornada.

Odisseia vertiginosa – Para quem não conhece a história editorial de Preacher no Brasil, vale um resumo: em fevereiro de 2010, alguns poucos meses após ter assumido a publicação da linha Vertigo no Brasil, a Panini lançou o sétimo encadernado da saga de Jesse Custer, objetivando continuar a série de onde a editora anterior havia parado e, finalmente, terminar Preacher o quanto antes (já que a série havia passado por diversas editoras brasileiras antes, mas nunca alcançado seu fim). Pouco mais de um ano e meio depois, saia então Preacher vol. 9 – Álamo, com a aguardada conclusão há anos desejada pelo leitor Vertigo brasileiro.

Agora, quem quiser acompanhar a (ou completar a coleção da) saga do pastor mais casca-grossa dos quadrinhos, já pode começar a comemorar!


Os Supremos vol. 1 está de volta!

Os Supremos vol. 1

Os Supremos vol. 1 (clique para ampliar)

Por Bernardo Santana

Foram meses e meses de ameaças à integridade física da Redação, então finalmente cedemos (agora, por favor, devolvam o peixinho dourado do Saladino…) e, até o final da semana que vem, volta às livrarias e comic shops do Brasil o volume encadernado da primeira temporada de Os Supremos.

Para quem não se lembra (impossível) ou não leu (inaceitável!) essa seminal obra de Mark Millar e Bryan Hitch — lançada originalmente em março de 2002 lá fora e oito meses depois por aqui — o enredo é mais ou menos este: Estranhos seres com incríveis poderes surgiram na Terra para desafiar a ordem estabelecida, e os cidadãos comuns estão estupefatos e apavorados. A solução do governo: um pequeno, porém letal esquadrão conhecido como Os Supremos, criado para nos proteger das crescentes ameaças à humanidade!

Os Supremos recriou os Vingadores — incluindo aí Capitão América, Thor, Homem de Ferro, Hulk… — para o novo milênio em uma versão muito mais realista, cortesia do roteiro perfeito de Millar e do traço detalhista e da narrativa cinematográfica de Hitch. Não por acaso, se tornou um megassucesso de crítica e de público aqui e lá fora, inspirando muitos dos conceitos utilizados no recente filme da maior superequipe da Marvel.

Os Supremos vol. 1 reúne as edições 1 a 13 da série The Ultimates: Volume 1, mais extras, em 378 páginas, com acabamento de luxo (papel couchê, capa dura). O preço sugerido é R$ 84,00.


100 balas: novo início, novo hotsite

Por Bernardo Santana

100 Balas vol. 1

100 Balas vol. 1 (clique para ampliar)

A partir da próxima segunda-feira, dia 3 de julho, começa a chegar às bancas e comic shops de todo Brasil 100 Balas vol. 1: Atire Primeiro, Pergunte Depois, primeiro encadernado da premiada série sobre o submundo do crime nos EUA criada por Brian Azzarello e Eduardo Risso para o selo Vertigo.

O material “dá início” à publicação da saga sobre o submundo dos EUA mais uma vez aqui no Brasil, desta vez pela Panini Comics, que ainda vai lançar o segundo volume no mês que vem. As aspas no início deste parágrafo são porque, na verdade, já havíamos iniciado 100 Balas por aqui em 2009, mas pelo terceiro encadernado da série, que continuava a partir do ponto onde a editora anterior havia parado.

Para celebrar essa nova fase da Vertigo/WS (não iremos parar com 100 Balas… em breve os primeiros volumes de Ex Machina também chegam às bancas!), estreia hoje o novo hotsite da série. Além de informações sobre criadores, um resumo da história até aqui, listagem dos principais personagens e extras exclusivos, o site também traz o PDF da primeira história completa da obra para quem ainda não conhece ter uma amostra do poder de fogo de 100 Balas.

Também iremos alimentar o site regularmente com detalhes e curiosidades bastante úteis sobre a história — afinal ela é um complexo labirinto de intrigas criado por Azzarello! Por isso, fique ligado!

[NOTA: nosso boletim mensal sobre lançamentos, o Direto da Redação, foi reformulado. Se você deseja recebê-lo todas as semanas, lembre-se de se cadastrar!]


SJA de volta no mês que vem

Por Bernardo Santana

JSA29Devido a dificuldades técnicas apocalípticas e forças sinistras além de nosso controle (leia-se “falta de energia elétrica”), ontem não foi possível publicar aqui o lançamento que prometemos. Tentaremos compensar isso ainda esta semana, com dois posts ou amanhã ou na sexta-feira.

Bom, mas voltando à lida… Abril é mês da volta às bancas brasileiras da Sociedade da Justiça da América, agora em nova fase!

Sociedade da Justiça vol. 1 (Formato americano, 164 páginas, papel Pisa brite, capa couché) trará as sete edições — JSA 29 a 35 — que perfazem os dois primeiros arcos de histórias capitaneados pelo roteirista Bill Willingham. Pra quem não sabe ou não lembra, Willingham é o criador e principal responsável pela premiada série Fábulas, da Vertigo (sendo publicada aqui também pela Panini, atualmente). A arte fica por conta de Jesus Merino e Travis Moore.

Nesse novo início, a Sociedade vai ter de lidar com a chegada de novos integrantes em seus quadros, o retorno de antigos e terríveis inimigos — entre eles, o feiticeiro Mordru — e uma grande tragédia, que pode (e vai!) mudar o rumo da equipe pra sempre. Nada fora do comum pra um dos supergrupos mais amados do Universo DC.